Sábado, 10 de Junho de 2023
27°

Tempo nublado

Manaus, AM

Turismo Turismo

Arraiá Geek? Conheça outros estilos de festas juninas que movimentam o país

Brasil conta com diversos tipos e ritmos da celebração que é a cara do povo brasileiro

23/05/2023 às 16h40
Por: Redação Fonte: Ministério do Turismo
Compartilhe:
Costa de Mão. Crédito: Governo do Estado do Maranhão
Costa de Mão. Crédito: Governo do Estado do Maranhão

Nem só de forró e quadrilha vivem os festejos juninos no Brasil. As tradicionais festas em celebração aos santos Antônio, João e Pedro ganharam outros ritmos, sabores e abordagens diferenciadas, proporcionando uma atmosfera festiva que só os nossos destinos ofertam. Embora não sejam amplamente conhecidas, essas festas oferecem uma experiência única e divertida aos turistas e/ou visitantes. Seja ao som de rock, baião ou no estilo geek, não faltam desculpas para aproveitar esta que é uma das maiores celebrações da cultura brasileira.

Um exemplo disso é o “Arraiá Geek”, que mistura os tradicionais elementos das festas juninas com a cultura geek. Em Aparecida de Goiânia (GO) será realizada a 2ª edição desta festa, que trará comidas típicas, danças de quadrilhas, cosplay, games, k-pop e muitas outras atrações. Também em Goiás, a cidade de Itumbiara realiza a maior e mais organizada comemoração junina do estado. O Arraiá conta com apresentação de artistas sertanejos, grupos de quadrilha, barracas com comidas típicas e casamento comunitário, animando os seus visitantes.

Outra festa que tem conquistado alguns brasileiros é o “Arraiá do Rock”, realizado em Belo Horizonte (MG). A capital mineira terá a apresentação de bandas locais, além, é claro, das comidas típicas das festas juninas, como os caldos, espetos, milho, doces, e o quentão, que não pode faltar. É uma ótima opção para os amantes de música alternativa que desejam celebrar as festividades juninas de uma forma diferente.

Em Sergipe, o município de Capela (SE) traz a Festa do Mastro, iniciada no próximo dia 31 de maio e que conta com a apresentação dos famosos folguedos. A celebração é tradicional na região e há 84 anos envolve os moradores e turistas que literalmente se jogam na lama para saudar São Pedro. De acordo com a prefeitura da cidade, a brincadeira organizada pelos irmãos Melo acabou se transformando em uma das mais importantes manifestações culturais do ciclo junino de Sergipe, podendo ser reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial do estado.

O Maranhão também possui um patrimônio em seu São João: o bumba meu boi. A figura folclórica possui diversos tipos de sotaques, entre eles, o “costa de mão”, com raízes do período da escravidão, porém pouco conhecido. Entre as características de suas apresentações, os brincantes tocam instrumentos com as costas das mãos e se vestem com calças e casacos bordados, e sem falar dos chapéus em formato de cone, decorados com fitas coloridas. Durante as apresentações, que acontecem em uma grande roda, os grupos se dividem em tapuias, tocadores e vaqueiros de cordão, tornando as celebrações únicas.

Na região sul do Brasil, a festa é complementada com a Dança da Fita. A manifestação cultural pode ser encontrada em diferentes comunidades e festas juninas da região Sul. Cidades como Gramado e Canela, no Rio Grande do Sul, por exemplo, são conhecidas por suas festas juninas tradicionais que incluem a dança das fitas. Cada localidade pode ter suas próprias variações e características específicas na forma como realizam a dança das fitas, mas, em geral, ela representa uma parte significativa da cultura junina da região Sul do Brasil, encantando e envolvendo os participantes com sua beleza e simbolismo.

CULINÁRIA- O país também traz festas para aqueles que não são adeptos do consumo de produtos de origem animal. Em São Paulo (SP), mais precisamente no bairro da Liberdade, os brincantes podem encontrar a maior festa junina vegana do Brasil. O encontro reunirá dezenas de expositores com receitas e quitutes típicos da festividade em releituras deliciosas, sem ingredientes de origem animal. Entre eles estão: hambúrgueres, hot dog, pizza, salgados, iguarias orientais e mexicanas, tudo na versão vegana e com opções sem glúten. Para completar, a festa é PetFriendly e totalmente inclusiva. Imperdível!


Por Victor Maciel
Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários