Sunday, 19 de May de 2024
24°

Chuvas esparsas

Manaus, AM

Saúde Amazonas

Fundação Alfredo da Matta realiza capacitação de profissionais da Saúde em hanseníase

Foto: Reprodução/Agência AmazonasFOTOS: Simon Carol/FuhamA Fundação Hospitalar Alfredo da Matta (Fuham), instituição ligada à Secretaria de Estado ...

10/05/2024 às 11h40
Por: Redação Fonte: Agência Amazonas
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Agência Amazonas
Foto: Reprodução/Agência Amazonas

Foto: Reprodução/Agência Amazonas
Foto: Reprodução/Agência Amazonas
FOTOS: Simon Carol/Fuham

A Fundação Hospitalar Alfredo da Matta (Fuham), instituição ligada à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), finaliza, nesta sexta-feira (10/05), o Curso Básico em Hanseníase, voltado para atualização de profissionais de saúde do Amazonas. A turma reúne 15 participantes, entre médicos, enfermeiros e fisioterapeutas de seis municípios do interior do estado, além da capital. As aulas, que se iniciaram na segunda-feira (05/05), estão sendo realizadas nos ambulatórios da instituição.

O treinamento está sendo realizado pela Diretoria de Ensino e Pesquisa e Gerência de Ensino, da Fuham. Ao longo da semana, os participantes tiveram aulas expositivas teóricas e aulas práticas, além de discussão de casos clínicos, com um total de 40 horas aula de atividades.

Segundo o gerente de Ensino da Fuham, Valcimar Silveira, o objetivo principal do curso é capacitar e atualizar profissionais para implementação das ações de controle da hanseníase no Estado do Amazonas. “Nesse curso, a Fundação Alfredo da Matta oferece aos profissionais de saúde conhecimento para que eles possam atender os pacientes de hanseníase com mais segurança”, explica Valcimar.

Ainda de acordo com o gerente de ensino da Fuham, uma nova turma já está prevista para o segundo semestre do ano. “Depois desse curso, nós teremos outro no mês de setembro, pois a Fundação tem um compromisso de capacitar profissionais, haja vista nós coordenamos o Programa de Hanseníase do Estado, então esse é o nosso compromisso: capacitar para que eles possam atuar, junto a sua população, no seu município, fazendo diagnóstico com segurança”, complementa.

Programação abrange teoria e prática

As aulas abordam temas que vão desde os conhecimentos básicos sobre a hanseníase – como sua forma de transmissão, sintomas, tratamentos – passando pela prevenção da incapacidade física que a doença pode causar, o diagnóstico laboratorial, até a importância da vigilância epidemiológica.

Além dos aspectos clínicos, questões de âmbito social que envolvem a hanseníase também fazem parte da programação. “A gente busca fazer rodízio com eles [participantes] nos setores, onde mais eles precisam: na questão da prevenção de incapacidades, no diagnóstico, juntamente com outros médicos; fazendo o ambulatório com eles, o dia a dia, porque a dificuldade deles é grande quando estão no município; hoje estão vendo uma outra realidade, vivenciando a prática”, explica Valcimar Silveira.

A programação que mescla conteúdos teóricos, com vivências práticas oportuniza aos participantes a experiência de atendimento a pacientes com todas as suas especificidades, além da troca de conhecimentos com os especialistas da Fuham, metodologia que agrada aos participantes. “A partir do momento que a gente vê aquela lesão, aquela alteração na função [de nervos, que pode ser afetada pela hanseníase], a gente, quando for consultar no município, vai lembrar e ter aquela ideia que nós tivemos aqui; é muito importante essa teórica-prática, [ver] o paciente ao vivo e não só ter aquela imagem de um livro”, explica o médico Euclides Vicente da Silva.

Foto: Reprodução/Agência Amazonas
Foto: Reprodução/Agência Amazonas
Foto: Reprodução/Agência Amazonas
Foto: Reprodução/Agência Amazonas
FOTOS: Simon Carol/Fuham

Vindo do município de Maraã (a 634 quilômetros de Manaus), Euclides também ressaltou a importância de aprimorar e atualizar seus conhecimentos com especialistas da Fuham e destaca, ainda, que o objetivo é voltar ao município e compartilhar os conhecimentos com os colegas para aprimorar a busca ativa de casos para diagnóstico precoce e tratamento da hanseníase.

“Eu me sinto feliz por poder estar aqui na Fuham, podendo aprimorar mais os conhecimentos, reaprender e relembrar alguns conceitos, coisas novas e levar para meu município esses conhecimentos e difundir com os colegas, para a gente não deixar passar desapercebido alguns casos, aprender mais para fazer uma busca ativa e tratamento oportuno”, explica Euclides.

Jaqueline Soares, também é médica e atua no município de Carauari (a 788 quilômetros de Manaus). A profissional destaca que a participação no curso tem sido uma oportunidade enriquecedora e a troca de experiências com profissionais da Fuham a tem inspirado a aprimorar o seu olhar sobre a dermatologia.

“Esse curso tem trazido conhecimento para a nossa prática, na Atenção Básica; [a Fuham] esteve no município e o Programa [Dermato Saúde Amazonas] abriu os olhos, pelo menos para mim, para o atendimento sobre dermatologia; a doutora Rossi [Rossilene Cruz] despertou essa vontade de participar e fazer uma residência em dermatologia; então está sendo enriquecedor para mim como profissional, pessoal e como para meu trabalho também, porque muitas lesões [de hanseníase] passavam desapercebidas, sim, na Atenção Básica”, ressalta Jaqueline.

Os facilitadores do curso básico são todos profissionais da Fuham, como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistente social, farmacêutico-bioquímico e técnicos com grande experiência em suas áreas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Manaus, AM Atualizado às 08h04 - Fonte: ClimaTempo
24°
Chuvas esparsas

Mín. 24° Máx. 30°

Mon 30°C 23°C
Tue 30°C 23°C
Wed 29°C 23°C
Thu 31°C 23°C
Fri 30°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio